Feromônios

Feromônios

Feromônios!!!




A cada dia se descobrem mais provas de que os seres humanos se comunicam a través de uma química sexual silenciosa.
Alguns cientistas afirmam que tanto o homem como a mulher liberam continuamente pelos poros da pele e, até pelo hálito, produtos químicos chamados feromônios.






A palavra feromônio procede do grego e significa portador de excitação. São substancias que exercem influência sobre a atração (ou a falta desta) entre duas pessoas.

Os cheiros têm um forte poder sobre o comportamento humano, incluindo o sexual. Variados estudos afirmam que o ser humano é um dos animais mais perfumados. Cada vez são mais os estudos que evidenciam a relação entre o cheiro corporal e a sexualidade.
O aroma característico de cada pessoa se forma devido a secreções olorosas de duas classes de glândulas distribuídas na pele humana:

  • Glândulas sebáceas: liberam líquido gorduroso ou sebo.
  • Glândulas apócrinas: segregam líquido aquoso. Estas glândulas produzem uma substância esteróide igual às que produzem os porcos e se conhece como feromônio do acasalamento.

Estudiosos do tema afirmam que os feromônios influenciam a escolha do par, lutas pelo domínio e até comportamentos xenófobos. Diz-se que a melhor prova destas substâncias é “o amor à primeira vista”.

Voltar ao topo



Tipos de Feromônios

Os feromônios se captam por meio de receptores situados no órgão vomeronasal do nariz (OVN.) Nos seres humanos a existência do OVN se negou por muito tempo. Felizmente, hoje em dia sabemos que a maioria dos indivíduos o possui.
O corpo humano não percebe o cheiro, mas reage com sua presença. Estas substâncias são exaladas pelo suor e outros fluidos corporais.
Os mais poderosos são:

  • Os androsteronônios: estão presentes nas secreções axilares, principalmente no homem. Dão sinais de força e agressividade à mulher.

  • Os androsteroles: pertencem ao suor, se relacionam com a fertilidade juvenil e têm um pico aos 20 anos.

  • As copulinas: as copulinas se encontram na secreção vaginal de mulheres férteis, indicando indiscutivelmente maturidade sexual. É necessário tomar em consideração que as pílulas anticoncepcionais fazem decrescer a produção deste feromônio.


Aquele bafo excitante...

Os homens costumam se comportar de maneira mais excitada, carinhosa e atenta quando se sentem atraídos pelos feromônios de sua companheira.
O odor corporal, que tanto se deseja ocultar no mundo ocidental, são os responsáveis de provocar variadas condutas sexuais entre os indivíduos.

No entanto, a pesar que o cheiro pessoal de cada quem possa ser excitante ante outro, a cultura impõe regras higiênicas que diminuem ou privam de feromônios, como a ducha diária, perfumes, loções, desodorantes, roupa que não permitem que a pele respire; todo isto bloqueia as secreções corporais e inibe o efeito feromônico.

Voltar ao topo


Um pouco de história...

Vários autores consideram que em sociedades primitivas, onde a fala não era ainda uma forma de comunicação extensa, os homens e mulheres detectavam sinais químicas procedentes de outros como uma forma extra de comunicação e interação social entre sexos. Muito provavelmente isto se deveu à presença dos feromônios.

Conta a história que Henrique III, quem foi duque de Anjou, sentiu um uma fervente paixão quase obsessiva pela bela princesa Marie de Clèves depois de cheirar de forma acidental uma camisa encharcada de suor que ela acabava de tirar.

Em tempos passados, as jovens européias em idade de casar não tinham problema em recorrer às suas axilas para atrair pretendentes. Pelo outro lado, os machos na Grécia persistem com o costume de levar um pano em suas axilas, que depois oferecem à dama de sua escolha quando as convidam a bailes populares.

Na época vitoriana o homem costumava carregar um pano entre suas pernas para seduzir as mulheres. Por outro lado, as damas vitorianas deixavam cair seus panos para atrair os homens que, segundo se crê, incentivavam a produção destas substâncias dado que as vitorianas levavam o sugerido pano dentro de seu decote.

Hoje em dia se sabe que as glândulas apócrinas, que abundam nessa zona do corpo, são as responsáveis principais do cheiro pessoal, que é tão próprio e exclusivo como uma impressão digital ou o íris do olho.

Então, não tema confiar no que o seu nariz disser...

Voltar ao topo

500 Ideas

ellas a ellos





 


Voltar de Feromônios para Meu Guia Sexual