Orgasmos

Orgasmos

Orgasmos: como melhorá-los




O orgasmo é o momento de maior intensidade nas relações sexuais, porque se apresenta uma sensação muito prazerosa nos órgãos sexuais, acompanhada de outros fenômenos físicos (na mulher a vagina fecha e abre e no homem geralmente se produz a ejaculação ou expulsão de sêmen). Além das sensações físicas, costuma haver uma satisfação psicológica durante o orgasmo. 

O principal órgão sexual é o cérebro.


Não há duvidas de que todos curtimos um orgasmo. Mas e se te disséssemos que existem maneiras para fazer que o orgasmo possa ser significativamente melhor, você não gostaria de conhecê-las? Apostamos que sim. Pratique as seguintes técnicas e – se bem que não podemos te prometer que você vai sentir o dobro do prazer – você vai notar uma grande diferença. Você vai ficar feliz. O seu par vai ficar feliz. E quase todo mundo vai ficar feliz (exceto o seus vizinhos!).


Todos os sexólogos concordam: o principal órgão sexual é o cérebro
. Isso é porque a excitação sexual (o desejo) começa ali, e joga um papel essencial em todos os aspectos do encontro sexual. Isto é verdade tanto para os homens quanto para as mulheres. Assim, é na parte mental do encontro que vamos nos concentrar agora.


Então, como melhorar os nossos orgasmos?


¡Concentre-se! É de longe o aspecto mais importante do orgasmo
. Se você estiver pensando em outra coisa, o orgasmo será menos poderoso e você vai curtir muito menos. Aqui não tem truque. Você só tem que esquecer das contas que não pagou ou daquele comentário chato do seu chefe. Isto se aplica principalmente aos homens, que sempre tendem a se concentrar nos resultados e não no caminho que os conduz a eles

A concentração está muito relacionada com a confiança. Quando você tem um orgasmo, para aproveitá-lo completamente, é necessário que você se deixe levar pelo que você sente nesse momento. Você não tem que se preocupar se parece um esquilo ou se a sua cidade está sendo bombardeada. Toda a sua existência tem que estar concentrada no orgasmo. Com a masturbação, a confiança não é um tema de grande importância, mas com o seu par sim, porque você tem que confiar no outro para poder curtir o momento.

Muita gente (ou talvez a maioria) pode ter um orgasmo, inclusive com alguém em quem não confiam completamente, mas nunca será totalmente bom. Jamais serão capazes de ser eles mesmos nem de se entregarem completamente a alguém em quem não têm absoluta confiança.

ambiente romântico também tem um papel importante nos casais, mas também é vital considerá-lo quando você está sozinho. Algumas pessoas tendem a se masturbarem como simples rotina, chegando a transformá-lo em um tipo de burocracia que eles nem curtem direito. E isso nao é um bom orgasmo. Para os casais (e não estamos falando só de velas e passeios pela praia, a pesar de que são muito bons) o importante é fazer qualquer coisa para entrar no clima e ter vontade de transar. Pode ser beijar, se desvestir lentamente... resumindo, gastar o tempo que for necessário.

Outro ponto importante é aprender a demorar o prazer.

A regra geral é: quanto mais tempo leve, mais forte será o orgasmo. Claro que existem bons orgasmos rápidos, mas são poucos e só acontecem de vez em quando.

A abertura também é fundamental
. Estar aberto ou aberta ao seu par significa comunicar a ele do que você gosta. Alguns amantes são mais solícitos; enquanto outros são menos. É importante saber que cada pessoa tem suas próprias zonas erógenas. Se o seu par conhece bem as suas zonas erógenas, você terá melhor sexo e melhores orgasmos, porque aprenderá a te dar mais prazer. Seja honesto e não tenha vergonha de admitir do que você gosta.

Por último, existe uma técnica que merece atenção especial. Se trata de “parar e continuar”. É isso aí: se aproximar ao orgasmo e parar, para começar de novo. Faça isto várias vezes. Quanto mais perto você chegar do orgasmo, melhor. Então, quando finalmente você quiser alcançá-lo, será várias vezes mais poderoso.

Lembre-se que, se bem os orgasmos são muito bons, tudo o que está em volta deles (jogos prévios, ambiente romântico, massagens sexuais, carícias, etc.) é igualmente importante, se é que não for mais. É melhor ter bom sexo sem um orgasmo, do que mal sexo com orgasmo. Como dizem, a felicidade não é um lugar ao que se chega, mas um caminho que se recorre.


Leituras Adicionais Recomendadas



Voltar ao topo

500 Ideas

ellas a ellos






Voltar de Orgasmos para Meu Guia Sexual